É isto um “sunset”?

Não, meu caro amigo, não é.

Isto é um pôr-do-sol à antiga: lento, doce, romântico.

Daqueles em que abraçamos forte a outra metade da nossa laranja, enquanto lhes esprememos, calmos, um beijo doce dos lábios meigos.

É aqui que fazes parar o tempo, quando que o céu se avermelha e nascem as primeiras estrelas.

É esta a atração lenta que de dois faz um e que acende forte a lua cheia nos nossos olhos.

Isto é o adormecer de um dia bom com a promessa de algo ainda melhor.

Já um “sunset”, meu caro amigo, um “sunset”…

Nada mais é que um aglomerado de miúdos de 20 anos, muitas vezes múltiplos de unidades menores, açulados pela brisa quente deste teu final de dia, tesos em mais que um sentido, a agitar bebidas decoradas em estilo Pop infantil.

O ritmo (do copo, do sol, da vida), é marcado pelo afano baloiçar do peito das, muitas vezes menos que mais, jovens meninas que se movem na cadência sonora imposta pela “pen drive” do momento.

O “sunset” é o incoativo “flash” autoextinto pelo sol que, no seu se pôr, fica esquecido para que o encontres tu.

É isso um “sunset”.

Já isto que aqui me mostras… Isto é emoção adulta pura!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s